Rodrigo Alberto: “Esperava-se que uma Presidente de Junta mais jovem que o antecessor trouxesse algo de novo, (…) mas não”

Rodrigo Alberto é o candidato da coligação Inovar Almeirim (PSD/MPT), à Junta de Freguesia de Benfica do Ribatejo. Entrevista publicada no jornal O Almeirinense de 1 de Setembro:

O que o levou a aceitar o desafio do Inovar Almeirim para se candidatar à JF de Benfica do Ribatejo?

Como independente, e após alguma reflexão, achei que poderia trazer alguma inovação ao debate político, económico e social para Benfica do Ribatejo, colocando na agenda política algumas questões que considero pertinentes e dessa forma despertar consciências e trazer alguma mudança que é tão necessária às gentes de Benfica do Ribatejo.

Que balanço faz dos últimos anos de governação socialista em Benfica do Ribatejo?

Tenho verificado, sem que isso seja novidade para mim, que os diversos responsáveis políticos têm-se empenhado numa lógica de aparelho e de caciquismo de uma forma nunca antes vista e isso é claramente uma regressão. Esperava-se que uma Presidente de Junta mais jovem que o antecessor trouxesse algo de novo, diferente, dinamismo, mas não, tudo na mesma, ou até poderei dizer que houve em retrocesso, pois no passado ainda se viu alguma obra feita. Na minha opinião, limitou-se simplesmente a fazer uma gestão corrente, sem projetos e sem ideias para desenvolver a freguesia. A Azeitada continua esquecida, Foros de Benfica nem se lembra que existe, Cortiçóis, com uma população idosa, que necessita de cuidados permanentes, não foi prioridade e em Benfica vejo tudo igual. Se tivermos oportunidade, vamos trazer a democracia participativa à vida das pessoas que vivem na nossa freguesia e no nosso concelho. À semelhança do que se tem passado no restante país, precisamos de alternativa ao situacionismo dos mesmos para os mesmos. Connosco não haverá profissionais da política e a política não são números e jargão, são ideias e soluções para quem aqui vive e investe.

Quais são as propostas do Inovar Almeirim para a freguesia?

A inovação pode tomar muitas formas mas deixo alguns exemplos: Uma nova praça em Benfica do Ribatejo, notamos que precisamos de um verdadeiro centro cívico onde as pessoas se possam encontrar, viver e sentir que fazem parte de uma comunidade; possuímos condições únicas para fazer parte de uma rede de ciclovias que fomentará certamente a democracia no desporto e não apenas o desporto de palmarés; temos património cultural com potencialidades turísticas sem comparação no concelho; necessitamos de uma política mais amiga dos espaços verdes e plantar claramente mais árvores; pôr fim à política de costas voltadas para o rio Tejo, somos um concelho ribeirinho e devemo-nos assumir enquanto tal; criar condições para que surja uma incubadora de negócios; ao nível da participação democrática e cívica queremos que surja uma Associação de Moradores da freguesia de Benfica do Ribatejo e que seja independente dos ciclos políticos. Um orçamento participativo em que é a população que decide onde aplicar os recursos. Numa freguesia que necessita de melhores cuidados, de mais dedicação, de uma maior e melhor promoção eu pretendo Inovar. É necessário Inovar em Benfica do Ribatejo.

2017@almeirim2017.com'

Fundador do Almeirim 2013 e Almeirim 2017. Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Responsável de comunicação de uma federação desportiva. Colabora ainda com meios de comunicação ligados à politica nacional, ao ténis e à tauromaquia.

Share this Post[?]
        


Leave a Reply