João Rosa: “No nosso concelho parece que todo o trabalho realizado se deve apenas ao Presidente da Câmara”

João Rosa é o candidato do CDS à Junta de Freguesia de Fazendas de Almeirim. Entrevista publicada no jornal O Almeirinense de 15 de Setembro:

O que o levou a aceitar o convite do CDS para ser candidato à Junta de Freguesia de Fazendas de Almeirim?

Após a surpresa inicial, foi-me explicado o porquê deste voto de confiança em mim por parte do CDS, o que fez com que fosse fácil aceitar liderar este projeto. O projeto do CDS de Almeirim passa por ter uma política ativa e positiva que, independente do resultado, não acabará após o dia 1 de outubro, antes pelo contrário.

Que análise faz ao trabalho do PS nestes quatro anos?

É difícil fazer uma análise ao executivo da Junta de Freguesia. No nosso concelho parece que todo o trabalho realizado se deve apenas ao Presidente da Câmara. Pondo esta questão de parte, apesar de um trabalho minimamente competente, existem alguns aspetos que nos preocupam, como a falta de informação disponível e a passividade com que é gerida a Herdade dos Gagos.

O que pode uma pessoa tão jovem trazer à vida política e à junta, em particular?

A minha idade só pode beneficiar o exercício das minhas funções, com ela trago ambição, vontade de trabalhar e de aprender. Além disso, tenho total energia e disponibilidade para servir esta freguesia e os seus fregueses. Com a minha candidatura espero que mais jovens do nosso concelho se interessem e se envolvam na política local, só assim conseguiremos um equilíbrio de ideias entre jovens e idosos, da esquerda à direita.

Que propostas tem o CDS-PP para a freguesia?

Algumas das nossas propostas são: Promoção das atividades económicas da freguesia através de sessões de esclarecimento e formações; Reabilitação do circuito de manutenção e do parque de merendas do Vale de Água e criação de um parque de autocaravanas; Reavaliação e fiscalização das concessões entre a Junta de Freguesia e outras entidades Divulgação do inventário e dos imóveis da Junta de Freguesia; Apoiar as instituições e coletividades locais; Instalar uma caixa Multibanco em Marianos e/ou em Paço dos Negros; Promover a total transparência de todas as ações tomadas pelo Presidente da Junta e o seu executivo.

Defende que a junta devia ter mais competências e recursos financeiros?

Ao analisar o Acordo de Execução e o Contrato Interadministrativo de Delegação de Competências, parece-me que os recursos financeiros são adequados para as atuais competências acordadas com a Câmara Municipal para além daquelas exigidas por lei.

O que faria com esses recursos financeiros?

Tal como referi anteriormente, os recursos financeiros são suficientes para cumprir as competências atuais. Nós, enquanto cidadãos desta freguesia, não nos devemos queixar da falta de apoio financeiro da Câmara Municipal, devemos sim questionar a incapacidade da Junta de Freguesia em aproveitar, dignamente, as fontes de rendimentos provenientes dos seus imóveis, principalmente da Herdade dos Gagos. Oiço muita gente que diz que a nossa Junta de Freguesia, tendo a gestão da Herdade dos Gagos, é das mais ricas do país. Eu pergunto-me: então, onde está essa riqueza? O que é feito com ela? Se a Junta fizesse bem o seu trabalho tenho a certeza que não precisaríamos de depender de ninguém, algo que nos deixaria, a todos, orgulhosos.

Caso seja eleito Presidente de Junta, qual a primeira decisão?

A minha primeira decisão será reunir-me com todos os funcionários a fim de ouvir os seus problemas e sugestões. A par disto, atualizarei a página web da junta com todas as informações e documentos úteis para a população. Estes serão os primeiros passos Direito ao Futuro!

2017@almeirim2017.com'

Fundador do Almeirim 2013 e Almeirim 2017. Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Responsável de comunicação de uma federação desportiva. Colabora ainda com meios de comunicação ligados à politica nacional, ao ténis e à tauromaquia.

Share this Post[?]
        


Leave a Reply