Editorial: E ideias?

Muito já se falou e se disse sobre a “falta” de candidatos. No entanto, a “falta” de candidatos não tem apenas como problema o facto de os eleitores não poderem saber quais são as alternativas. Existe ainda um problema maior que é: como debater ideias, sem candidatos?

Certamente que todos os partidos estarão já a preparar os seus planos de acção para os próximos quatro anos, mas nenhumas têm sido as iniciativas de debate de ideias para o concelho de Almeirim e a cinco meses das eleições não sabemos quais são as ideias, os compromissos e os objectivos para os próximos quatro anos.

Isto porque, não se pode por um lado vir afirmar aos sete ventos que “em autárquicas o que contam são as pessoas” e por outro lado vir dizer que “o partido está a preparar o programa”, sendo que, neste acto eleitoral em particular, uma coisa não se pode dissociar da outra.

Assim, a inexistência de candidatos oficiais acaba também por provocar a inexistência de debate de ideias para o próximo mandato, em particular, em questões estratégicas dependentes sobretudo da ideia individual do cabeça-de-lista ao executivo municipal.

Os próximos candidatos pretendem manter este sistema de apoio às associações e clubes? Os próximos candidatos pretendem dar seguimento ao fomento de associações empresariais e económicas com os agentes do concelho? Os próximos candidatos pretendem manter a aposta em certos sectores que têm sido uma prioridade, como a protecção civil, entre outros? São algumas das questões “unipessoais”, no sentido em que a orientação do cabeça-de-lista é relevante para o debate descomplexado e honesto.

2017@almeirim2017.com'

Fundador do Almeirim 2013 e Almeirim 2017. Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Responsável de comunicação de uma federação desportiva. Colabora ainda com meios de comunicação ligados à politica nacional, ao ténis e à tauromaquia.

Share this Post[?]
        


Leave a Reply