Editorial: Faltam políticos

Desde há uns anos para cá que fica bem dizer-se que não se precisa da política, que se é independente e que se “anda aqui” por um “imperativo de consciência”. Infelizmente poucos são os que hoje têm coragem de se afirmar “políticos”, de fazer política de forma aberta e no melhor sentido da palavra.

Ora, tanto desapego tem levado a um desaparecimento de debate político, e ao crescimento de figuras que noutros tempos não teriam metade do destaque que hoje em dia conseguem recolher. Almeirim é, infelizmente, um exemplo bem visível desta procura de desapego político.

Assim, está mais do que patente que a falta de novos valores tem prejudicado a dinâmica eleitoral do concelho.

Muitos são os nomes de ex-dirigentes políticos locais, ex-membros de executivos e de outros órgãos autárquicos e até dirigentes associativos de primeira linha que, quando chamados a opinar, a argumentar e a debater os problemas do concelho, recusam, não querendo “voltar” ou não querendo “fazer política”.

Lamenta-se assim que o palco mediático continue a ser repetidamente ocupado pelos mesmos, saudando-se, assim assim, aqueles que, de forma corajosa, não têm problemas em emitir opinião, em aparecer, em criticar e até em elogiar, querendo contribuir para o crescimento de Almeirim.

 

2017@almeirim2017.com'

Fundador do Almeirim 2013 e Almeirim 2017. Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Responsável de comunicação de uma federação desportiva. Colabora ainda com meios de comunicação ligados à politica nacional, ao ténis e à tauromaquia.

Share this Post[?]
        


One Responseto “Editorial: Faltam políticos”

  1. xarneco1@gmail.com' Carlos Bento diz:

    Deduzo da sua opiniao um grande desafio perspicaz, e, incentivo a todos aqueles que podem ser alternativa ao poder instalado, contudo, ninguem gosta de perder ou lutar contra moinhos de vento qual D. Quixote de La Mancha, a curto, medio ou longo prazo. Enquanto o PS da’ inicio a’ sua campanha eleitoral apos’ cada vitoria, os outros partidos desanimam encostam-se a um canto esperando por melhores dias, sejam eles boas alternativas, tenham melhor programa eleitoral ou ate’ demonstrando melhor capacidade, aleado a niveis profissionais mais competentes, aspectos em que os votantes lhes falta capacidade de analise, embriagados pelo clubismo politico sempre acompanhado com lautos almocos e muitos passeios que todos nos’ pagamos. Em suma, ganhar eleicoes em Almeirim, so’ concorrendo pelo PS, os melhores em propaganda politica.

Leave a Reply